nucleo-persono-procedimentos-aparelho-intra-oral

O ronco, assim como os principais distúrbios do sono como a apnéia podem ser efetivamente tratados por meio de aparelhos intra-orais, que reposicionam as estruturas das vias aéreas, onde ocorre a obstrução, sendo usados somente durante o sono.

Pacientes com distúrbios do sono, indicados pelo médico para o cirurgião-dentista capacitado, podem ser tratados através de aparelhos intra-orais (AIO), que são de fácil adaptação e grande eficácia.

É o caso do Aparelho Mandibular Ajustável ARMIO que apresenta resultados positivos no tratamento de distúrbios do sono como melhora na qualidade de vida do paciente e principalmente à melhora dos sintomas.

Eficácia dos AIO

Produz o aumento da luz da via aérea superior (orofaringe e base da língua) evitando seu colapso, através do avanço mandibular e lingual, tonificando a musculatura desta região, favorecendo a passagem de ar.

Quando este é titulável, pode-se trabalhar o máximo de avanço, desde que seja dentro dos limites fisiológicos do paciente.

A eficácia da terapia com AIO ajustáveis parece estar relacionada com o grau do avanço da mandíbula, da abertura vertical, e ou dos meios de fixação mandibular, pois podem afetar os parâmetros subjetivos de sucesso.

  • Reduzem em pelo menos 75% o ronco
  • Reduzem o I.A.H. em torno de 50%(apnéia grave) e 90% (apnéia leve ou moderada)
  • Maior eficácia dos AIO ajustáveis
  • Insucesso cirúrgico e intolerância ao C.P.A.P.

Indicações para utilização do aparelho intra-oral

  • Pessoas que não tiveram a aderência ao CPAP – pressão positiva contínua em vias – aéreas – e insucesso cirúrgico.
  • A motivação do paciente com relação ao problema.
  • Ao desconforto social que o barulho do ronco provoca.
  • Ronco
  • Limitação de fluxo
  • Síndrome da Apeia/Hipopnéia Obstrutiva do Sono (SAHOS) leve (5 a 15 / h )
  • SAHOS moderada ou grave
  • Intolerância a aparelhos de pressão positiva – CPAP ou BIPAP
  • Insucesso cirúrgico

Relacionado…

Veja outros Procedimentos…